Tarifa

Tarifa de energia elétrica de Campina Grande e mais cinco cidades aumenta em média 4,36%

Consumidores abastecidos pela Energisa Borborema pagam o aumento a partir do dia 4 de fevereiro.
20/02/2019

Publicado em 29/01/19, por G1 PB, no site G1.Globo

A conta de energia elétrica de Campina Grande e demais municípios atendidos pela Energisa Borborema vai ficar em média 4,36% mais cara a partir do dia 4 de fevereiro. Com o reajuste, aprovado nesta terça-feira (29) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), os consumidores da baixa tensão terão correção de 4,60% e as unidades consumidoras de alta tensão, 3,81%.

O reajuste também foi confirmado pela Energisa Borborema. A concessionária de energia elétrica atende as cidades de Campina Grande, Boa Vista, Fagundes, Lagoa Seca, Massaranduba e Queimadas. São 210 mil unidades consumidoras nas seis cidades do interior da Paraíba.

De acordo com a Energisa Borborema, o principal motivo para o reajuste é o gasto com a geração de energia, um dos itens que compõem a Parcela A, e que não são de responsabilidade da concessionária de energia elétrica.

Ainda de acordo com a Energisa Borborema, uma das razões da elevação do custo da geração de energia foi o aumento da utilização de usinas térmicas, que geram energia mais cara. Em 2010, as térmicas correspondiam a 15,8% da matriz energética brasileira. Hoje, esse percentual está em quase 25%.

Fonte: G1 Globo (https://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2019/01/29/tarifa-de-energia-eletrica-de-campina-grande-e-mais-cinco-cidades-aumenta-em-media-436.ghtml).

FOTO: Marcello Casal/Agência Brasil

Atualmente, Venâncio Aires tem sistemas instalados que somam 1.750 kilowatts de potência
19/02/2019

Energia que vem do céu

Januária USINA
06/11/2018

Banco terá energia solar equivalente a 4.500 casas

21/02/2019

Energia solar proporciona alternativas para enfrentar a estiagem no semiárido piauiense

Iluminação pública é trocada com recursos da CIP
19/02/2019

Americana inicia troca de iluminação por led na região da Praia Azul